A pressão do "Já sabes o que queres ser?"

   Já me perguntaram mil vezes: “O que é que queres ser no futuro?” ; “ Já sabes qual vai ser a tua profissão?” ; “Vais ser locutora como a tua mãe?”.
Não, não sei o que quero ser. Já imaginei imensas vezes como seria o meu futuro. Quem não imaginou? Casa, emprego, casamento, filhos, carro, viagens, dinheiro... Todos nós já sonhámos. Infelizmente não basta sonhar para tudo acontecer. Temos que agir e começar por algum lado.

   Penso que o primeiro passo, e o mais importante, é quando vamos para o 10º ano e temos de escolher o que queremos seguir. É comum optarmos por uma determinada área e depois apercebemo-nos de que não era nada daquilo que queríamos.

   Uma amiga minha, a Margarida, decidiu ir para Ciências. Sempre pensou que era a sua vocação mas apercebeu-se a meio do ano que não tinha sido a melhor escolha. Ela andava triste e desmotivada e as notas eram sempre baixas, uma novidade para uma aluna exemplar como ela sempre foi. Por isso mudou e foi para Artes. Agora as notas andam sempre no 18 e 19 e anda feliz porque descobrir o seu caminho.


   Eu vou para o 9º ano, e ainda não senti essa pressão de ter que escolher uma área. Contudo já estou a pensar na resposta á pergunta que todos me fazem com frequência: "O que é que queres ser no futuro?". Sinceramente não sei.

E tu sabes?   


Love, Inês.